Da transferência da corte portuguesa para o Brasil, à criação da academia médico-cirúrgica em 1813

Autores

  • Miguel Corrêa Monteiro Universidade de Lisboa

Palavras-chave:

Transferência da Corte, Escola Cirurgica, Faculdade de Medicina, História da Medicina - Brasil, Brasil Colônia, História da Educação

Resumo

Após abrir os portos do Brasil às nações amigas de Portugal, o Príncipe Regente D. João mandou criar, em 18 de fevereiro de 1808, a Escola de Cirurgia da Bahia, no antigo Hospital Real Militar da Cidade do Salvador. Devido à proibição para a abertura na colónia de cursos de ensino superior que existia nessa época, os cursos de medicina e cirurgia estabelecidos na Bahia e no Rio de Janeiro foram os primeiros a serem criados no Brasil. De facto, a criação dessas escolas trouxe a institucionalização da medicina no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miguel Corrêa Monteiro, Universidade de Lisboa

Professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutor em Letras (História Moderna) e Licenciado em História pela Universidade de Lisboa.

Referências

BOMTEMPO, José Maria. Estatutos que sua Majestade manda que se observem interinamente na Academia Médico-Cirúrgica: dezembro, 1820. In: LOBO, Francisco Bruno.O ensino da medicina no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: [s.n.], 1964. pp. 23-29.

BRASIL. Decreto de 12 de abril de 1809.Cria no Hospital Real Militar e de Marinha uma cadeira de medicina clínica, teórica e pratica.Coleção das leis do Brasil, Rio de Janeiro, 1891, p. 40.

CABRAL, Dilma, in “Escola Anatômica, Cirúrgica e Médica do Rio de Janeiro” publicado em Mapa -Memória da Administração Pública brasileira a 10de Novembro de 2016.

DIAS,J. S. Silva, Os primórdios da maçonaria em Portugal,Lisboa, 1980, INIC, Tomo I, vol. II, p. 631.

ESCOLA Anatômica, Cirúrgica e Médica do Rio de Janeiro. In: Dicionáriohistórico-biográfico das ciências da saúde no Brasil (1832-1930).Disponível em:https://goo.gl/NNw1T1.

NORTON,Luís.A Corte de Portugal no Brasil, Lisboa, Emp. Nac. De Publicidade, 2ª ed. s/d, p. 21.

MARQUES,A. H. Oliveira.História de Portugal. Lisboa, Ed. Ágora, 1972.

PERES, Damião. História de Portugal.Edição Barcelos, vol. VII, pp. 5-58.

RIBEIRO, Lourival.Medicina no Brasil colonial.Rio de Janeiro: Sul-Americana, 1971.

SANTOS,Fernando Piteira.Geografia e Economia da Revolução de 1820, Lisboa, Publ. Europa-América, 1975, pp. 107-108.

SERRÃO, Joel, “Liberalismo”, in Dicionário de História de Portugal, vol. II, pp. 508-510.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

MONTEIRO, M. C. Da transferência da corte portuguesa para o Brasil, à criação da academia médico-cirúrgica em 1813 . Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 3, n. Ed. Especial, p. 640–647, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57718. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

COMUNICAÇÕES: Médicos-Cultural: Informação, Memória, Identidade e Patrimônio