[1]
S. Marques, “Arquitetura brasileira, uma Pós-Modernidade mais do que contraditória”, RUA, vol. 5, nº 1, out. 2008.