Palimpsesto: historiografia, literatura e gênero a partir da trajetória de Rachel de Queiróz

Autores

  • Natália de Santanna Guerellus

Resumo

Este artigo procura problematizar os textos de autoria feminina no Brasil,
com base na metodologia histórica. Para isso, parte-se de uma revisão
teórica das propostas até então aventadas pelos estudos de gênero em
relação à abordagem da literatura, e, em seguida, coloca-se em questão
o modo como a historiografia pode contribuir para estes mesmos estudos. Como exemplo da utilização dessa metodologia, cita-se a trajetória e a produção da escritora Rachel de Queiróz.

Downloads

Edição

Seção

Artigos