Os aleijões da syphilis: corpos sifilíticos e propagandas de medicamento em Salvador-BA, no ano de 1920

Autores

  • Ricardo dos Santos Batista

Resumo

Este texto tem como objetivo fazer uma análise sobre como a propaganda de remédios para a sífilis contribuíram para a construção de representações sociais da doença. A partir da utilização de propagandas do jornal soteropolitano Diário de Notícias e teses da Faculdade de Medicina da Bahia, busca-se discutir também a relação da propaganda de medicamentos com a medicina, e suas implicações frente aos corpos. A análise das imagens presentes nos anúncios revela que os corpos escolhidos para as propagandas
eram sempre marcados pelas afecções cutâneas da sífilis, e contribuíam para a difusão da ideia de sifilítico como ser desviante

Downloads

Edição

Seção

Artigos