<B>Imagem, nação e consciência nacional: os rituais da pintura histórica no século XIX</B>

Autores

  • Walter Luiz Carneiro de Mattos Pereira Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.9771/2175-084Xrcv.v1i17.5718

Palavras-chave:

Arte / Pintura Histórica / Exposições

Resumo

A pintura histórica atraiu um vasto público aos salões em todo o mundo, sobretudo no século XIX. A partir de um ritual que tinha seus alicerces na Europa, em especial a França, procuramos realizar um encontro entre autores que percebem a produção e a recepção às imagens como um circuito social em que se impõem práticas que procuram estabelecer um código múltiplo em que o público perceba-se integrante da história, no contato com grandes telas, portadoras do sentido de uma comunidade nacional imaginada. No Brasil, essas imagens, encomendas oficiais que se reportavam a “história pátria”, em especial depois da Guerra do Paraguai, tornavam-se parte desse ritual da história que consagrava a arte como culto cívico à nação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Luiz Carneiro de Mattos Pereira, Universidade Federal Fluminense

Prof Adjunto do Departamento de Fundamentos de Ciências da Sociedade, da Universidade Federal Fluminense, em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Desenvolveu dissertação de mestrado na área de pintura histórica na Universidade Federal Fluminense, com o título "Óleo sobre tela, olhos para a história: memória e pintura histórica nas exposições gerais da Academia Imperial de Belas Artes do Rio de Janeiro (1872 e 1879).

Downloads

Publicado

2012-06-13

Como Citar

PEREIRA, W. L. C. de M. &lt;B&gt;Imagem, nação e consciência nacional: os rituais da pintura histórica no século XIX&lt;/B&gt;. Cultura Visual, [S. l.], v. 1, n. 17, p. 93–105, 2012. DOI: 10.9771/2175-084Xrcv.v1i17.5718. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/rcvisual/article/view/5718. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Selecionados / Selected Articles