Parintins: identidades de uma cidade em festa

Autores

  • Ricardo Barreto Biriba Universidade Federal da Bahia (Escola de Belas Artes)

DOI:

https://doi.org/10.9771/2175-084Xrcv.v0i11.3673

Palavras-chave:

Arte popular, performance, tradição, contemporaneidade

Resumo

A história que lhes contaremos a seguir corresponde aos fatos que faz parte de um campo da cultura oral, hoje, hi-tec, e de um campo da arte brasileira, que traz na memória, a saga de um povo, que vive e convive em um mundo de afirmações das suas diferenças e diversidades culturais e de lutas contra as desigualdades sociais. Ocupando a posição de segunda maior cidade do Amazonas, Parintins se tornou conhecida nacional e internacionalmente pela qualidade artística da sua “arte popular” manifestada através dos espetáculos dos bois-bumbás na arena do Bumbódromo (espécie de teatro ao ar livre) construído em 1989, especialmente para abrigar as disputas entre o Boi-Bumbá-Garantido e o Boi-Bumbá-Caprichoso, que acontece todos os anos no mês de junho. Discuti O pensamento contemporâneo nas artes, a performance enquanto arte, as novas tecnologias, os saberes populares e os processos transculturalistas na convivência entre as novas tecnologias e a arte tradicional amazônica. Reflete sobre a construção da identidade amazônica a partir da festa contemporânea como indicador da dialética cultural em certo sentido, da dialética social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Barreto Biriba, Universidade Federal da Bahia (Escola de Belas Artes)

Picardo Biriba (Currículo Lattes) possui Graduação em Comunicação Visual pela Universidade Federal de Pernambuco (1988), Especialista em Coreografia (1992), Mestrado em Artes Visuais (1997) e Doutorado em Artes Cênicas (2005), ambas pela Universidade Federal da Bahia. Artista Plástico, Performer, Dançarino e Coreógrafo. Desenvolve trabalhos artísticos de caráter intermédia. Atualmente é Professor Adjunto da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia atuando nas Áreas de Escultura como Comportamento na Formação de Artistas, Designers, Decoradores e Professores. É professor do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - PPGAV - UFBA, na linha de PROCESSOS CRIATIVOS integrados com Estudos da PERFORMANCE. das MANIFESTAÇÕES POPULARES, LABORATÓRIO DE EXPRESSÃO TRIDIMENSIONAL e ESCULTURA COMO COMPORTAMENTOl; na Área Administrativa é o atual chefe do Departamento de Expressão Gráfica e Tridimensional e coordenador do Curso de Especialização em Arte Educação: Cultura Brasileira e Linguagens Artísticas Contemporâneas - EBA - UFBA. Tem experiência na Área das ARTES INTERMÉDIAS e adota a ETNOCENOLOGIA como abordagem nos estudos da manifestações populares brasileiras. Atua como Professor de PERFORMANCE, ARTE DE AÇÃO, MANIFESTAÇÕES CULTURAIS BRASILEIRAS e DANÇAS POPULARES.

Downloads

Como Citar

BIRIBA, R. B. Parintins: identidades de uma cidade em festa. Cultura Visual, [S. l.], n. 11, p. 157–173, 2009. DOI: 10.9771/2175-084Xrcv.v0i11.3673. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/rcvisual/article/view/3673. Acesso em: 21 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Selecionados / Selected Articles