“Eu que fiz!”: um recorte fotográfico da moda na Parada Gay de Salvador - 2005

Autores

  • Giovana Santos Dantas ufba

DOI:

https://doi.org/10.9771/2175-084Xrcv.v0i10.3666

Palavras-chave:

intervenção, fotografia, moda gay, customização

Resumo

Este artigo contextualiza a exposição “Eu que fiz!”, que integrou a mostra anual Agosto da Fotografia (2006), e que tem como tema a moda produzida pelos participantes da Parada Gay de Salvador, no ano de 2005. Durante este evento, com o auxílio de uma equipe de apoio, foi montado um cenário onde se tornou possível criar um recorte fotográfico desses personagens e da moda casual das ruas naquele momento. Na Parada do Orgulho Gay, os participantes reconstroem seus respectivos corpos para manifestarem suas fantasias e opções sexuais. O corpo é manipulado e potencializado através do modo como se veste, para evidenciar suas características mais atraentes, que são eleitas segundo valores estéticos, também compartilhados no coletivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovana Santos Dantas, ufba

Giovana Dantas, baiana, de Salvador, explora materiais e técnicas diversas, desde a fotografia, nas suas formas pura ou híbrida, misturada à pintura, passando pela construção de objetos, instalações, experimentações em vídeo.

Como Citar

DANTAS, G. S. “Eu que fiz!”: um recorte fotográfico da moda na Parada Gay de Salvador - 2005. Cultura Visual, [S. l.], n. 10, p. 71–83, 2009. DOI: 10.9771/2175-084Xrcv.v0i10.3666. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/rcvisual/article/view/3666. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Selecionados / Selected Articles