A Extensão Universitária “Tecendo Ponto-a-Ponto” Novos Espaços e Ocupações no Meio Rural: Um Estudo a Partir da Associação de Artesãs Da Comunidade Santa Cruz do Temeroso em Gurinhatã/MG

Autores

  • Peterson Elizandro Gandolfi UFU
  • Maria Raquel Caixeta Gandolfi
  • Vidigal Fernandes Martins UFU
  • Flander Almeida Calixto

DOI:

https://doi.org/10.9771/ns.v5i8.31286

Palavras-chave:

extensão universitária, território rural, associação.

Resumo

O presente artigo está estruturado da seguinte forma: inicialmente discutimos a proposta de extensão da universidade pública (FORPROEX, 1987, 2001 E 2012), depois os fundamentos e as transformações recentes no meio rural, se constituindo no Novo Rural Brasileiro (ORTEGA, 2008) e a partir deste ponto passar por questões que se articulam com este Novo Rural, sejam a presença da pluriatividade (ABRAMOVAY, 1992), relações sociais e de cooperação (POLLANY, 2000), ocupações e renda não agrícola (NASCIMENTO, 2008). Ou seja, como se configuram as novas relações de trabalho com o aumento do desemprego rural tipicamente masculino, advindo da mecanização e como esta situação acabou por gerar novos espaços de ocupação rural, principalmente incorporando o trabalho feminino. Como procedimentos metodológicos, a pesquisa é considerada um estudo de caso qualitativo (GODOY, 2006) com várias unidades de análise (YIN, 2001). O caso a ser estudado foi a Associação de Artesões do Temeroso Adelaide Soares de Freitas - AATA, localizada na zona rural do Município de Gurinhatã/MG. Ela foi definida por (1) ser uma organização que está sendo incubada, isto é, fruto de uma ação de extensão; (2) por ser formada por famílias de artesãs com finalidade de propiciar o desenvolvimento sócio-econômico da região; e (3) por estabelecer novas relações sociais e de cooperação. Como resultados alcançados, identificamos as relações de cooperação e capital social na associação, a descrição da pluriatividade das mulheres associada à renda não agrícola e o uso de novas tecnologias de informação. Por fim, tecemos as considerações finais.

Biografia do Autor

Peterson Elizandro Gandolfi, UFU

Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (EAESP/FGV). Graduado em Engenharia Elétrica e possui mestrado em Administração pela Universidade Federal de Uberlândia. Sou professor no Campus de Patos de Minas da Universidade Federal de Uberlândia pela FAGEN / Faculdade de Gestão e Negócios. Trabalhou como consultor e instrutor por 10 anos em projetos em várias organizações nacionais e internacionais, atuando principalmente com gestão da qualidade, processos o produtivos. Áreas de Interesse de pesquisa e extensão: gestão em saúde, gestão do terceiro setor e economia solidária, processos produtivos, especialmente biodiesel.

Maria Raquel Caixeta Gandolfi

É doutoranda pelo Instituto de Economia UFU, possui mestrado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Federal de Uberlândia (2001 e graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Uberlândia (1996). Atualmente é professora assistente 2 no curso de Administração, Contábeis e Engenharia da Produção na Universidade Federal de Uberlândia- Campus Pontal, UFU na cidade de Ituiutaba-MG. Trabalha com projetos de extensão e pesquisa com os seguintes temas: mercado de trabalho, desenvolvimento territorial, economia rural, economia solidária, geração de trabalho e renda.

Vidigal Fernandes Martins, UFU

Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Gerenciais da UNA (1993), Especialista em Contabilidade e Controladoria pela UFU (1998), Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC (2002), Doutorando em Administração pela EAESP/FGV. Prof. da Universidade Federal de Uberlândia desde 1997, atualmente ocupante da classe Professor DE Adjunto Nível 2. Foi Coordenador dos Cursos de Graduação em Ciências Contábeis, Diretor em Exercício da Faculdade de Ciências Contábeis (FACIC), Membro do Conselho Fiscal da Rádio e TV Universitária (RTU), Controller do Hospital Universitário da UFU (HCU) e atualmente ocupa o cargo de Assessor Especial da Reitoria e Membro do Conselho de Curadores da Fundação de Apoio Universitário - FAU. Possui experiência Profissional e Acadêmica nas áreas de Gestão, Contabilidade, Controladoria e Auditoria. Atua como avaliador de periódicos nacionais e internacionais, é editor da Revista de Auditoria, Governança e Contabilidade - RAGC. Atua como Conselheiro Efetivo do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais - CRCMG (gestão 2014-2017).

Flander Almeida Calixto

Atualmente é professor adjunto no curso de Serviço Social da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal Ituiutaba-MG, campus avançado da Universidade Federal de Uberlândia. Graduado em Serviço Social pela Faculdade de Serviço Social de Uberlândia (1986), Especialista em Planejamento Regional pelo Instituto de Economia da UFU. Concluiu mestrado em Serviço Social pela UNESP - Campus de Franca SP (2001), na dissertação pesquisou: A geração de renda para trabalhadores de baixa escolarização. Concluiu o Doutorado na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo - USP defendeu a tese em julho de 2007 ; pesquisou : A palavra em Paulo Freire e a palavra em Jacques Lacan. Atuou no Instituto Paulo Freire de 2003 a 2006 como pesquisador em projetos de educação formal. Atualmente, docente em dedicação exclusiva desenvolve projetos no curso de Serviço Social com economia solidária, educação popular e tecnologias de educação popular, utilizando conhecimentos da Psicanálise e da Educação, (psicanálise lacaniana e educação inclusiva). É Membro do Núcleo de Pesquisa CNPq de Educação Popular da FACED-UFU. Realiza atividades de extensão universitária em comunidades urbanas e rurais no desenvolvimento de tecnologias de geração de renda e trabalho para grupos de baixa escolarização em cooperativismo. Pesquisa o serviço social e o rural no Núcleo de Pesquisa do Serviço Social de Ituiutaba-MG. Leciona as disciplinas de Trabalho e Sociabilidade e Oficina Pratica I e II Supervisão de Estágio I e II ; Gestão e Planejamento Social I e II. Atualmente é coordenador do Laboratório de Ensino e Pesquisa do Curso de serviço social da Facip-Ituiutaba-MG.

Downloads

Publicado

2014-04-20

Edição

Seção

Novos Territórios