Análise dos domínios biotecnológicos empregados em patentes para combate ao mosquito Aedes aegypti, sob enfoque patentário

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i1.22358

Palavras-chave:

Aedes aegypti. Biotecnologia. Patentes.

Resumo

Objetivo: analisar os domínios biotecnológicos empregados ao combate do mosquito Aedes aegypti sob enfoque quantitativo patentário. Metodologia: o software Orbit Intelligence foi utilizado como banco de dados para prospecção das patentes empregando o termo “Aedes aegypti” como palavra-chave, a Classificação Internacional de Patentes (IPC) como filtro e biotecnologia como tecnologia dominante. Resultados e discussão: mostraram que o número de patentes biotecnológicas cresceu de forma significativa nos últimos vinte anos, sendo a grande maioria protegidas nos Estados unidos (US) e na Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WO) pelo PCT. As seções mais frequentes no portfólio de patentes estão relacionadas às áreas de Química e Necessidades Humanas. Conclusão: biotecnologia foi a principal tecnologia dominante empregada em todas as patentes. O crescimento significativo do número de depósitos de patentes evidenciados nos resultados acima demonstra o interesse das empresas e centros de pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angela Machado Rocha

Doutora em Energia e Ambiente- UFBA

Downloads

Publicado

2018-06-27

Como Citar

Santos, J. R., & Rocha, A. M. (2018). Análise dos domínios biotecnológicos empregados em patentes para combate ao mosquito Aedes aegypti, sob enfoque patentário. Revista De Ciências Médicas E Biológicas, 17(1), 20–26. https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i1.22358